Crónicas de viagens por um Mundo que considero Justo e Perfeito:. Aqui vou publicar desde pequenos passeios até grandes viagens que vou fazendo. Começo pela Cidade que me deu berço, me viu crescer e agora tento contribuir para a melhorar!

:. Recentes

:. Passeio Gerês e Minho - D...

:. Passeio Gerês e Minho

:. Férias Agosto 2009 - Dia ...

:. Férias Agosto 2009 - Dia ...

:. Férias Agosto 2009 - Dia ...

:. Farto de dores com que o ...

:. Farto de dores com que o ...

:. Shortest Way Home - O Cam...

:. Lei das 125 venceu!

:. Arquivo

:. Dezembro 2011

:. Setembro 2011

:. Março 2011

:. Outubro 2010

:. Maio 2010

:. Setembro 2009

:. Agosto 2009

:. Julho 2009

:. Junho 2009

:. Maio 2009

:. Abril 2009

:. Março 2009

:. Fevereiro 2009

:. Dezembro 2008

:. Novembro 2008

:. Setembro 2008

:. Agosto 2008

:. Julho 2008

:. Junho 2008

:. Abril 2008

:. Março 2008

:. Fevereiro 2008

:. Janeiro 2008

:. Ligações

Quarta-feira, 12 de Agosto de 2009

Farto de dores com que o matavam foi em viagens por esse mundo - Moimenta da Beira

 

Kms percorridos: 350kms
Área envolvida: 4063 kms quadrados
Duração: 9horas e 37 minutos
Velocidade média: 36kms/h

Data: 6 de Agosto de 2009

 

Com a vontade de passear e aproveitar para visitar familiares combinamos um passeio que nos levaria por Amarante, Lamego, Lousada, Moimenta da Beira, Régua, Mesão Frio e muitos outros locais mas não deu para tudo...

Ponto de encontro foi na rotunda que liga a IC24 à A41 em Ermesinde perto de Alfena. Hora marcada entre as 9h e as 9:30 e como sempre fui o último a chegar...
Cumprimentos feitos, 2 dedos de conversa e combinou-se o trajecto e destino bem como as horas...

Assim como um dos locais mais baratos para abastecer aqui na zona norte é em Paços de Ferreira, lá seguimos pela A41 e A42 (contando 4 futuras portagens) até Paços de Ferreira onde abastecemos no Ferrara Plaza... (Gasolina 95 - € 1,209)

Depois de abastecer à que comer alguma coisa e tomar café... seguimos então em estradas nacionais à procura de um local onde parar... talvez no MotoClube de Freamunde mas chegados lá estava encerrado... era muito cedo! Seguimos então até Nevogilde (onde aproveitei para deixar uns documentos na Escola) e aproveitamos que não havia alunos para usar o seu café predilecto mesmo em frente à escola!

Aqui aproveitamos para pegar nos GPS e no mapa do Gonçalo e calculamos o tempo que demoraríamos até Moimenta da Beira, se dava para ir por Amarante e visitar o Lamecus, por onde passaríamos o Rio Douro... e aqui fomos forçados a tomar a decisão de arrancar directos a Moimenta da Beira, visto haver familiares à espera e almoçarmos por lá, deixando para um outro dia a visita ao companheiro Lamecus.

 

Seguimos então em direcção a Moimenta da Beira por onde o GPS nos mandava... claro que houve alguma confusão ali em Penafiel pois mesmo com a opção de "evitar portagens" o GPS mandava entrar na AE e ao contrariar o GPS acabamos por dar a volta a Penafiel sem necessidade mas lá seguimos caminho!

Atravessado o Rio Tâmega lá começaram os conflitos entre o meu GPS e o GPS do Gonçalo seguindo as indicações do Gonçalo fomos levados um pouco mais a cima quase a Amarante! Mas tudo em estradas bem conservadas e daquelas que dão prazer percorrer!

Paramos um pouco pois já andávamos cerca de uma hora e era altura de esticar as pernas!

Seguimos então até Mesão Frio e depois Régua... Nesta altura já se fazia sentir o calor foi então que o Gonçalo começou a fazer a dança da chuva para que esta voltasse e ele pudesse estrear o seu fato de chuva... mas tal não aconteceu!

Chegados à Régua mais uma pequena paragem para trocar de equipamento (Inverno por Verão) pois o calor já era muito! Aproveitamos para tomar qualquer coisa pois só iríamos chegar a Moimenta da Beira para almoçar perto das 13:30.

Depois de repostas as energias lá seguimos em direcção a Moimenta da Beira onde familiares esperavam pela visita.

Perto de Moimenta da Beira esperávamos pelos CBFistas que foram visitar os familiares e aproveitaram para perguntar onde almoçar.

Depois seguimos para o centro de Moimenta da Beira na procura por um restaurante pois a fome já apertava bem!

 

Chegados a Moimenta da Beira lá procuramos o restaurante sugerido para descobrir que já tinha sido encerrado! Então fomos a um que tinha bom aspecto chamado "O pico do meio dia" e como já era tarde já não havia o prato do dia mas comemos um Roti de perú muito bom!

A seguir ao almoço fomos dar um passeio a pé pela Vila aproveitando para mais algumas fotos...

Aqui aproveitamos o centro para tirar fotos de Grupo que com a ajuda de um programa de imagem consegui juntar os fotógrafos...



Decidimos então ir por Viseu e regressar ao Porto pela N1 parando apenas para gasolina e, já nos Carvalhos, para nos despedirmos...

Foi um excelente passeio na melhor companhia e são mais kms a somar de puro prazer aos comandos das CBFs!

Um bem haja a todos! (Eulália, Isabel, Dbarros,Ssalex e Gonçalo) e Obrigado pela partilha das fotos!

 

 

Vagueio:
Publicado por WandereR às 15:16
Ligação do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Quarta-feira, 29 de Julho de 2009

Farto de dores com que o matavam foi em viagens por esse mundo - Mealhada, Cantanhede e Mira

Distância percorrida: 251 kms

Duração: 6 horas e 31 minutos

Velocidade média: 39 kms/h

Área envolvida: 586 kms2

Data: 29 de Julho de 2009

Participantes: WandereR (CBF600Sa), SSalex (CBF600Sa) e Gonçalo (CBF1000Sa)

 

Por puro prazer e lazer, aliando um pouco de obrigações profissionais (do Gonçalo) com a oportunidade de ir cheirar e conhecer a Masac, lá fomos os 3 pelas nacionais e pelas AE que ainda não são pagas, mas que em breve serão pois em todas já se vêem os postes e o equipamento da portagem virtual.

 

À hora marcada estávamos a tomar um café no Bom Dia na praça Velasquez e a combinar os últimos pormenores... demoramos um pouco mais devido à insistência dos telemóveis em tocar...

 

Pelas estradas nacionais passamos por muitas localidades e lugares, mas o nosso primeiro destino era mesmo a Mealhada. Só interrompemos a viagem em Estarreja visto que a ZuVa pedia a sua bebida necessária para seguir viagem, aproveitando os baixos preços do Intermarché a € 1,179. Depósito atestado só paramos na Mealhada. Conforme nos fomos aproximando, começaram a surgir locais conhecidos como "A meta dos Leitões" onde se realizou um encontro CBFPortugal e com finalmente paramos num café para acomodar o estômago.

 

Depois de alguma conversa, telefonemas e afins, como ainda era cedo para o almoço, decidimos seguir até Cantanhede e procurar a famosa Masac com o seu Outlet de material Motociclista! Não foi difícil pois fica junto a uma zona industrial e é fácil ver da estrada. Realmente os preços não são maus... são bastante razoáveis e conseguem-se bons negócios nos pequenos defeitos e outras promoções. Compras feitas, a barriga a dar horas, indicaram-nos um bom restaurante em Cantanhede... Que mais se podia comer nesta zona e vindo nós do Norte? LEITÃO! Muito bom... Restaurante "Dom Fininho" no centro de Cantanhede. Durante o almoço e com as montadas estacionadas cá fora, percebemos que o restaurante é bem maior do que pensávamos e até tem parque de estacionamento!

 

Ainda demos umas voltinhas por Cantanhede mas viramos em direcção a Mira... A estrada que liga Cantanhede a Mira é uma recta só quebrada pelas rotundas... Em mira demos umas pequenas voltas mas certos compromissos obrigaram a um regresso mais breve. Regressamos então pelas estradas nacionais, de forma a passar novamente pelo Intermarché e abastecer todas as motos e regressamos a casa.

 

Foram mais 2 centenas e meia de quilómetros feitos com bons companheiros e com muitas imagens na memória de boas paisagens!

 

Compreendemos que teremos até às próximas eleições para aproveitar as AE sem portagens, visto que está quase tudo pronto para activar as portagens assim que seja viável e não prejudique os partidos nos votos! A vida vai ficar ainda mais cara!

Vagueio:
Publicado por WandereR às 22:55
Ligação do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Sábado, 30 de Maio de 2009

Shortest Way Home - O Caminho mais curto para casa!

Sem horas para chegar a casa e com um excelente dia de Sol e calor, decidi tomar o caminho mais curto até casa depois de sair do local de trabalho... não foi bem pois decidi abastecer o depósito antes do fim de semana mas foi quase.

 

18:30 - Paços de Ferreira - Bomba do Continente Ferrara Plaza.

 

Coloquei no GPS "Caminho para casa - Percurso mais curto"

 

E lá vim todo contente a aproveitar a paisagem... as curvas e contra curvas...

 

As estradas por Paços de Ferreira não estão nada más e até chegar a Ermesinde foi muito rápido e em excelentes condições... ao ponto de conseguir tirar fotos em andamento e tudo.

 

Bem chegando ao cruzamento em direcção a Ermesinde tomei a decisão errada e optei por não seguir pela A25/A3

 

19:00 Entro na estrada que passa pela Maia e Ermesinde... Rapidamente deparo com um transito infernal em conjunto com estrada em muito mau estado e em reparação que como está a ser feita metade de cada vez provoca um transito muito complicado que, como a estrada é estreita, há falta de respeito e civismo dos utentes da estrada e ainda o tráfego alternado fez com que demorasse mais de 45 minutos a fazer estes poucos kms que de mota devia demorar 10min! Neste momento tenho muita pena dos condutores que lá ficaram!

 

19:45 Chegada a casa...

 

E agora eu pergunto: É esta a alternativa que temos à A3?

Vagueio:
Publicado por WandereR às 13:57
Ligação do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
Sexta-feira, 22 de Maio de 2009

Lei das 125 venceu!

Última hora: “Lei das 125" venceu!  22-05-2009

 

Nova unanimidade histórica na Assembleia da República e parabéns aos Motociclistas

A manhã desta sexta-feira, 22 de Maio de 2009, entra também para a história do Motociclismo em Portugal já que, tal como há uns anos com a “Lei dos Rails”, os motociclistas de Portugal conseguiram levar TODOS os deputados à razão, fazendo com que a “Lei das 125” tenha sido aprovada não por maioria mas sim por unanimidade na Assembleia da República.

 

Esta lei fará com que todos os automobilistas possam conduzir motociclos até 125 cc e 15 cv sem necessitar de mais algum exame de condução. Ou seja, a carta de automóvel passa a servir também para estes pequenos, fáceis e citadinos motociclos.


No caso do automobilista ter menos de 25 anos, terá de fazer um pequeno e económico exame prático numa escola de condução. Só.

 

As vantagens desta lei saltam aos olhos. Em primeiro, a mobilidade dentro das cidades. O aumento de qualidade de vida da população é evidente se os automóveis começarem a ficar em casa.


Em segundo, uma lufada de ar fresco para o sector económico das duas rodas motorizadas. Por último, mas já a mais longo prazo, o factor de mais pessoas começarem a “ver a luz” e se juntarem à família dos motociclistas entusiastas e dinamizadores dos motoclubes.

 

Acreditar quando se tem razão

 

Recordemos que esta lei já está em vigor há vários anos em países da Europa que costumamos ver como exemplos. O responsável da mobilidade de Madrid afirmou recentemente num congresso onde estava António Manuel Francisco, responsável pelo Grupo de Acção Motociclista (GAM) “Eu quero Madrid a andar de moto!”. Entretanto Barcelona já anda. Como seria esta cidade mediterrânica se todas as motos fossem trocadas por automóveis?

 

Por cá, a Federação de Motociclismo de Portugal e o GAM recolheram milhares de assinaturas há uns anos para que esta lei fosse debatida na AR. A petição contou com a colaboração do MC Porto, na sede, e com elementos nossos noutros locais. Também o MC Porto esteve presente na entrega da petição, em São Bento.

 

Posteriormente, a 11 de Junho de 2006, na demonstração de protesto promovida pelo GAM entitulada “Somos Vítimas e Não Culpados”, o autor destas linhas subiu ao gabinete do Secretário de Estado Ascenso Simões, na companhia de mais dois representantes – José Amaro e António Manuel - dos 4000 motociclistas que enchiam o Terreiro do Paço.
Fomos recebidos pelo chefe de gabinete que torceu o nariz à ideia da “Lei das 125”.

Mas a hora e a razão chegaram.

 

Se a “Lei dos Rails” surgiu (após o batalhar dos motoclubes e motociclistas no geral) do trabalho do deputado PSD Rodrigo Ribeiro, agora foi o deputado PCP Manuel Vidal a conseguir provar a melhoria para o povo português com esta decisão.

No final da sessão, os responsáveis pelos motociclistas presentes reuniram-se com os deputados das diversas bancadas tendo recebido os parabéns pela persistência e forma de trabalhar.

Estamos todos de parabéns!

 

Fonte Moto Clube do Porto

Vagueio:
Publicado por WandereR às 17:53
Ligação do post | Comentar | Ver comentários (1) | Adicionar aos favoritos

:. WandereR

:. Pesquisar

 

:. Dezembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

:. Tags

:. todas as tags