Crónicas de viagens por um Mundo que considero Justo e Perfeito:. Aqui vou publicar desde pequenos passeios até grandes viagens que vou fazendo. Começo pela Cidade que me deu berço, me viu crescer e agora tento contribuir para a melhorar!

:. Recentes

:. Revisita ao Castelo de Sa...

:. Passeio 2 - 3 Dias 2 Pass...

:. Arquivo

:. Dezembro 2011

:. Setembro 2011

:. Março 2011

:. Outubro 2010

:. Maio 2010

:. Setembro 2009

:. Agosto 2009

:. Julho 2009

:. Junho 2009

:. Maio 2009

:. Abril 2009

:. Março 2009

:. Fevereiro 2009

:. Dezembro 2008

:. Novembro 2008

:. Setembro 2008

:. Agosto 2008

:. Julho 2008

:. Junho 2008

:. Abril 2008

:. Março 2008

:. Fevereiro 2008

:. Janeiro 2008

:. Ligações

:. Utilidades



Weather Forecast | Weather Maps

:. NetColantes

Portugal


Espanha


















Sexta-feira, 8 de Maio de 2009

Revisita ao Castelo de Santa Maria da Feira...

Aproveitando o quente dia de Verão que esteve no passado dia 3 de Maio, fomos visitar (para mim foi revisitar) o famoso Castelo de Santa Maria da Feira.

 

Como preparação das viagens que aí vêm, começamos a equipar a ZuVa com as malas laterais e restante equipamento para testar tudo e sentir como se comporta a ZuVa com as malas e ver se incomoda a pendura.

 

Como não tínhamos horas marcadas nem planos, até porque inicialmente íamos até Arouca pelas Nacionais. Assim acordamos à hora que nos apeteceu, preparamos-nos sem pressas e acabamos por sair de casa por volta das 12 horas. Descemos em direcção à Ribeira do Porto para usarmos a Ponte D. Luiz para passarmos para o outro lado do Rio Douro. Ao chegar à Avenida deparamos com transito devido à festa dos estudantes que aí se realizava. Fomos desviados mas nada como conhecer bem os caminhos e já deu para ter ideia da largura que a ZuVa ganha com as malas laterais não permitindo as ultrapassagens no meio do transito.

Depois foi vez de apanhamos transito devido à entrada na Ribeira de Gaia que no fez perder uns 10 minutos em cima da Ponte. É de louvar os Sr.s Automobilistas que decidem estacionar em 2ª fila e que provocam o C.A.O.S. nos kms antecedentes... mas isso são outras guerras morais... A paragem deu para tirar a máquina das malas e tirar umas fotos!

 Na Ribeira de Gaia consegui fazer uso de ser moto e conseguir passar rapidamente esta rua onde é evidente a falta de civismo!

 

Aqui o percurso sempre pela marginal fora, passando pela Afurada e restantes praias até Miramar e Francelos onde desviamos em direcção a Espinho pela N109.

 

As fotos foram sendo tiradas em andamento e até nem ficaram nada mal... Parabéns à pendura!

 

O percurso foi feito a velocidade de cruzeiro e com bastante paciência chegando ao destino já passava das 13:30 e com a barriga a dar horas. Subimos até ao Castelo e procuramos onde se pudesse almoçar mas, como não encontramos, descemos novamente à parte turística e perguntamos ao homem do quiosque das revistas onde nos aconselhava. Aproveitamos o já existente estacionamento das duas rodas, parcialmente ocupado por 3 Famel's e lá deixamos a ZuVa. Acabamos por decidir ir a um Mercado que tinha de tudo inclusive restaurante Self Service e comemos por uns modestos 15€ (€ 7,50 cada! com sopa, fruta, bebidas e prato de comida bem servido).

Após o almoço voltamos a subir até ao castelo e passamos 2 horas lá dentro a ver todos os cantos e recantos (no meu caso foi uma revisita mas estive em locais, como por exemplo na parte mais alta do castelo, onde não tinha estado da outra vez). Desta vez só fiz uma fotografia panorâmica...

 

Graças às duas malas Givi de 35L mais a TopCase de 46L podemos vaguear pelo Castelo à vontade sem casacos, capacetes e com calçado mais confortável que as botas!

Depois desta visita já não deu para continuar viagem até Arouca visto já se aproximar o final da tarde, então fizemos o caminho inverso parando numa feira que vimos em Espinho para tentar comprar uma prenda para a Mãe! (acabei por encontrar um tampão para a jante do carro que me faltava).

 

Mais um passeio a aproveitar este calor e bom tempo antes da sua altura que vão servindo de preparação para mais uma viagem em altura de férias a conhecer o nosso Portugal.

 

Vagueio:
Publicado por WandereR às 13:41
Ligação do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Quinta-feira, 26 de Fevereiro de 2009

Passeio 2 - 3 Dias 2 Passeios...

Castelo de Santa Maria da Feira

"O Castelo de Santa Maria da Feira singulariza-se pela configuração da Menagem / Alcáçova e pela profusão e diversidade de elementos defensivos. O seu estado de conservação é notável. Intimamente ligado às origens da nacionalidade, é um espaço onde se sente o peso da história e onde o imaginário popular se vai rever na memória que tem do seu passado."

 

Planeado para ser o 2º passeio dos "3 dias 2 passeios..." e para aproveitar os dias solarengos que se têm feito sentir, fui visitar o Castelo de Santa Maria da Feira. Nunca tinha visitado este castelo e não queria que a primeira vez fosse durante uma feira medieval (não sei se é no castelo mas pretendo descobrir na próxima edição).

Calcula-se que as construções mais antigas deste castelo tenham sido edificadas por Castrejos e Romanos entre o Séc. IV e III AC. Por volta dos Séc. X e XII foi ocupado por povos Islâmicos tendo sido conquistado por D. Afonso Henriques no Séc. XII. Os registos históricos dessa ocupação entre séc. XII e XIV nunca foram encontrados portanto não se sabe que alterações se devem a essa época. No séc. XVI houve várias construções, nomeadamente a construção da cisterna (2º reservatório de água potável visto que o castelo possui uma antiga nascente devidamente protegida com escadas de acesso). Esta Cisterna tem registado nas pedras vários símbolos dos pedreiros pela parte de dentro.

Além das várias obras que foram feitas ao longo do tempo e do uso que tem sido dado a este Castelo, destacam-se as várias defesas usadas, nomeadamente aberturas para arco e flecha que depois foram convertidas e criadas novas quando surgiram as armas de fogo, nomeadamente a Bombarda.

A torre da Casamata é o exemplo perfeito dessa época de conversão visto que está construída para dar cobertura de fogo superior e ao nível do atacante.


Além disso há ainda uma pequena construção cuja função serve apenas para eliminar um ponto estratégico de ataque, que seria um ponto elevado um pouco afastado do edifício principal que daí se consegui disparar para dentro das muralhas.

Este castelo foi habitação da família Pereira cujos brasões são ainda visíveis em vários locais, mas em 1700 o último conde faleceu sem deixar herdeiro legítimo e só em 1900 é que foi criada uma Comissão de Vigilância reconhecida na visita do Rei em 1910 
que considerou este castelo como Monumento Nacional.


Uma das recentes descobertas foi o fosso de quase 2 metros de profundidade e neste várias descobertas, desde restos de habitações e peças de uma elevada importância
arqueológica. Da altura em que este castelo era Islâmico descobriu-se uma peça em ouro sobre costume do consumo de vinho.

Além disto tudo é muito agradável explorar todas as entradas, muralhas e escadas de acesso e reparar nas diversas alterações que houve ao longo dos tempos.
 

     

         

 

Vagueio:
Publicado por WandereR às 23:22
Ligação do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

:. WandereR

:. SlideShow

:. Subscrever

Escreva aqui o seu endereço de Correio Electrónico:

Delivered by FeedBurner

:. Pesquisar

 

:. Dezembro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

:. Tags

:. todas as tags

:. Colaboração